E ai? Alguém quer?


Desisto disso, daquilo e do próximo.
Desisto de tentar me entender, de entender meus sentimentos, minhas fragilidades…Minhas coisas.
Posso entender o mundo inteiro, mas, sinceramente? Preciso de alguém que me entenda, de corpo e alma, que me conheça tanto, que só com um olhar ou expressão já saiba como estou.
Sério. Cansei de mim. Alguém quer pra si? To me dando pra quem quiser, porque, eu não me quero.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jogo de politica

Doses de poesia

Palavra Solta - preciso de palavra sem voz