SONHO

Ontem sonhei que teus beijos eram meus,
mergulhavamos em suspiros
e afogamo-nos em um mar de amor

foi tão exuberante
aquele momento abstrato
que abstraí-me dos fatos
pensando tudo ser real

Então, acordei-me
e junto veio a concreticidade
dos sentimentos tristes
fazendo-me odiar sonhar
pois o abstrato é algo que também pode machucar
e criar cicatrizes profundas...
Talvez, incuráveis.

Comentários

  1. Aahh... por que existe a maldade do sonho de amor? Que ao acordar, preferiríamos que fosse real ao invés do amargo que a vida pode ser... Mas se bem que, o que seriamos de nós sem o sonho de amor, pois essa é uma maldade que todos querem passar...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Jogo de politica

Doses de poesia

Palavra Solta - preciso de palavra sem voz