Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Virtudes e Indecências - Parte 15

Espero

Espero isso passar
espero que isso passe
espero que desfaleça
espero que desapareça
espero que minha alma cresça
e meu coração reconheça
que antes de qualquer coisa
deva pedir permissão
antes de enlouquecer
antes de sentir
antes de amar...

Virtudes e Indecências - Parte 14

O assassinato - Ele merecia morrer!

Em uma tarde nublada, com aparência de chuva forte, vinha ela caminhando com uma de suas irmãs pela rua. Era uma grande encruzilhada e já iria subir para sua casa, quando avistou uma aglomeração na outra esquina, com polícia, cordão de isolamento, um carro marrom encostado ao muro. Não sabia o que estava acontecendo e nem queria se envolver. Pela aparência, deveria ter sido algum acidente.
Olhando melhor para a aglomeração, identificou um homem de chapéu, próximo ao policial, como se estivesse havendo um reconhecimento de cadáver. E encontrou alguns conhecidos que confirmaram a ela a suspeita: havia ocorrido um assassinato!
Sem saber quem era a vítima, foi até a aglomeração, não com o intento de ver o corpo, mas retirar daquela cena uma parenta que, junto as outras pessoas, estava lá, olhando tudo de perto. Odiava aquele tipo de conduta e meteu-se no meio das pessoas, puxando aquela parenta pela camisa e retirando-a, com força, daquele local. Não deixaria que alguém de sua família ser…

Em cada gota um pensamento...

E mais um dia se findou, o céu está nublado a lua sumiu, está em algum lugar desse imenso universo, talvez atrás de uma nuvem talvez ela esteja retraída com vergonha de mostrar a face, que pena está sempre tão linda.

 Lua cheia ou não é harmonia pura, olho para o céu e sinto meu rosto molhar com cada gota fria e gélida que tocam o meu rosto, está chovendo, encontrei na chuva um motivo para escrever, com pensamentos vagos ela me dá inspiração, em cada gota um pensamento novo surge.
E se cada gota significasse um milagre em nossas vidas? E se cada gota que molhasse a terra um coração ferido se curasse?

  O cheiro da terra molhada penetram minhas narinas e é impossível não sentir o cheiro, a terra parece dizer algo, paro em meio as minhas loucuras tentando escutá-la, mas a terra não fala, é óbvio, esperai parece que estou ouvindo algo agora, parece uma oração é ensurdecedor, ela não fala, mas expressa através de cada grão molhado, ela está agradecendo pela doce chuva que cai porque agora …

Virtudes e Indecências - Parte 13

Virtudes e Indecências - Parte 12