Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Viturdes e Indecências - Parte 18

[...]

- Então seu parceiro é casado com uma psiquiatra. 
Deise baixou a janela, acendendo um cigarro. O jantar relaxara-a. Vinícius relaxara-a, corrigiu. Era uma pessoa tão fácil de conversar e tinha uma forma bem doce e divertida de ver a vida.
- Se conheceram num caso que trabalhamos alguns meses atrás. - Ele lembrou-se de parar no cruzamento. Afinal, Deise não era Murilo. Não se parecia com ninguém mais que conhecera. - Você na certa se interessaria, pois se tratava de um assassino em série.
- Sério? - Ela nunca questionou sua fascinação pelo assassinato. - E ela foi chamada para traçar um perfil psiquiátrico.
- Isso mesmo!
- É boa de verdade?
- A melhor.
Deise assentiu com a cabeça, pensando em Daiane.
- Eu gostaria de conversar com ela. Eu poderia convidá-la para jantar. Daiane quase não socializa com ninguém.
- Está preocupada com ela.
A escritora exalou um pequeno suspiro quando contornaram a esquina.
- Sinto muito. Não queria estragar sua noite, mas acho que não fui a melhor das companhia…

Desastre

As pedras rolam,
O vento sopra,
Madeira quebra,
E eu sou impedida de voar.

Perguntas...

Será mesmo que a felicidade existe??Será que temos outras formas de vida no universo?Será que Deus existe?
Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?
Por que o céu é azul?
Por que temos que crescer?
Por que morremos?
De que é feita a água?
Quantas galáxias existem? Quem nunca se fez uma dessas perguntas?
Não temos respostas..
Viver é isso, a incessante busca por respostas. Nunca as teremos por completo.  Mas:  "Pensar deveria ser o maior prazer do ser humano."

Falha Projeto Coca-Cola

E então me vem uma Coca-Cola pra esquecer de tuuuuudo. Mas, nem assim consigo. O refri acaba ficando de lado, então, as lágrimas, a tristeza e a mágoa ocupam seu lugar sem pudor. Ninguém me entende! Entre as linhas quase sempre rudes em mim, há a doçura.  A doçura que em mim não é desperta há muitos dias. A doçura que acompanha a alegria num olhar,  a liberdade num riso, e a mente num turbilhão de boas emoções. Um dia quem sabe a Coca-Cola afogue de vez a tristeza,  será meu antídoto.  E eu por enquanto, aqui espero esse dia chegar...