INEXATO

sentado
mão na testa
braços em angulo reto
pensando na vida torta
sem progressão geométrica
de sua grandezas proporcionais
refletindo na imagem de uma análise combinatória
calculando as probabilidades
querendo resolver tudo
mas péssimo em matemática

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jogo de politica

Doses de poesia

Palavra Solta - preciso de palavra sem voz